domingo, 6 de maio de 2012

Uma pequena fração do tempo


O tempo é a fração mais preciosa da vida. Ele é o bem mais limitado, escasso e importante. Justamente, porque ele passa, e se deixares, simplesmente irá passar. Podes ter mais dinheiro, mas nunca poderá ter mais tempo. Pode ter mais momentos de prazer, mas nunca poderá ter mais tempo. Dessa forma, o melhor tempo é o que dividimos com as pessoas. Porque esse é o tempo que nos enche de lembranças. Posso lembrar que estudei muito na minha faculdade, mas as horas deste tempo ficam condensadas. Enquanto as lembranças e o carinho pelas companhias ficam desenhados nas pedras da memória. As outras horas são como desenhos na areia. Talvez esteja na hora de perdermos as horas. Não que as horas nos percam, mas porque a nossa retidão de horários e agenda não serão lembrados. E quando o tempo passar, o maior conforto continuará sendo as lembranças e as pessoas. Aliás, pessoa segundo a definição do dicionário é uma criatura humana, um personagem, uma personalidade, uma individualidade e uma categoria gramatical – e as terminações e definições nunca terminam. Pode ser, também um ser moral ou jurídico. Ainda,  uma fração de tempo pode ser uma pessoa. Se eu, tu, ele, nós, vós ou eles somos primeiras, segundas ou terceiras pessoas. O que importa não é o sujeito, é o envolvimento do tempo e das pessoas. Marque um horário, mas não se marque por um horário.  O tempo é a fração mais preciosa da vida e o despertador ainda toca. 

Mayara Floss

Um comentário:

  1. O pior de tudo é se deixar ser marcado pela hora e perder o tempo.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...