segunda-feira, 26 de abril de 2010

Partida

Foto: Fabiano Trichez

Dedicado, com carinho, a Daniel A. B. Modolo

Tenho pavor de rearrumar as malas

Meias, sacolas de roupas sujas, calçados, carregador,
máquina, chave, aviso, passagens e a sensação
de estar esquecendo algo

E o inevitável sentimento de partida,
de volta a rotina
sem a presença

De ser forte o suficiente para segurar
o rio de lágrimas que transborda dentro de mim

E a alegria que me faz oscilar sem saber
se foi um sonho ou realidade,
Porém agora um passado que vibra na minha pele
Arrepia o meu corpo e me perde em ti
e na tua falta cheia de carinho

Embora acordada neste sonho-realidade
Sua marcas pela casa e tua ausência
parecem presente em cada canto
e neste presente de saudades
Brindo-te com este poema
De uma poetisa apertada
Que sente no peito doce
um gosto amargo
de saudades

Mayara Floss

2 comentários:

  1. Aposto que eu ouvi este poema antes de muita gente. Como a autora, é maravilhoso.

    Amo você.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...